Skip to Store Area:

Cinemateca Russica

Dvd Não Toque Na Mulher Branca, de M.Ferreri, com Mastroianni, Catherine Deneuve, Piccoli, Tognazi e Noiret, França, 1974 - preço inclui Frete Brasil

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Dvd Não Toque Na Mulher Branca, de M.Ferreri, com Mastroianni, Catherine Deneuve, Piccoli, Tognazi e Noiret, França, 1974 - preço inclui Frete Brasil

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$52,00
Acrescentar itens ao carrinho Adicionar ao Carrinho

Descrição Rápida

Não Toque Na Mulher Branca

(Touche pas la Femme Blanche, França,1974)

Diretor: Marco Ferreri

Elenco: Marcello Mastroianni, Catherine Deneuve, Michel Piccoli, Hugo Tognazi e Philippe Noiret

Audio: Francês  -- Legendas: Português  

Colorido, 108 minutos, Letterbox, Região 0



Não Toque Na Mulher Branca

(Touche pas la Femme Blanche, França,1974)

Diretor: Marco Ferreri

Elenco: Marcello Mastroianni, Catherine Deneuve, Michel Piccoli, Hugo Tognazi e Philippe Noiret

Audio: Francês  -- Legendas: Português  

Colorido, 108 minutos, Letterbox, Região 0

Sinopse: 

Marco Ferreri ousou realizar um Western no coração de Paris dos anos 70, transportando a batalha de Little Bighorn no Trou des Halles, um imenso buraco aberto após a demolição do mercado central da cidade.

Uma paródia de faroeste recheada de anacronismos onde Marco Ferreri radicaliza na crítica politica, ao apresentar a famosa história do general Custer de uma maneira totalmente particular. Alguns personagens usam roupas de época, enquanto outros apresentam-se com jeans, camisetas ou ternos.

Os indios vagam pelo Quartier des Halles com suas roupas nativas, enquanto Custer planeja exterminá-los, numa missão "divina" para estabelecer a propriedade dos brancos civilizados no território.

As referências constantes ao presidente Nixon estendem a corrupção e o negocismo da América colonial para a época de Watergate. Custer é antagonizado por um exuberante Buffalo Bill, e um fundo musical com canções Country & Western adiciona um efeito surrealista ao filme.

Do ponto de vista satírico, o filme é um trabalho fascinante, idiossincrásico, que só poderia ter vindo da Europa dos anos 70. O elenco parece estar numa constante festa, e a excêntrica trilha sonora de Philippe Sarde é estupenda.

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.